sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Narrando - Supremacia humana, mundo das trevas


O mundo das trevas é um mundo sombrio e perigoso,cheio de vampiros,lobisomens, magos ,fadas,fantasmas ,entre outros .Lembramos de imediato dessas criaturas quando nos referimos a este mundo parecido com o nosso,mas com tons de preto, marrom e cinza .Dentro desse universo de referências, nos esquecemos da raça predominante do planeta,os humanos.

 O primeiro aspecto que quero abordar é com relação a essa supremacia , na sua campanha eles são realmente maioria?


Quem nunca fez um vampiro e saiu para caçar  e ao abordar um mendigo ,na verdade, tinha topado com um Lobisomem em trajes esfarrapados?(Eu já!).Quem nunca pegou carona em um táxi e descobriu que era um carniçal?Quem nunca foi em uma boate e se viu rodeado apenas de vampiros?!

Então, coisas como essas podem acontecer sim , afinal de contas essas raças estão sempre interagindo entre si ,por  território ,mas quando você tem a sensação de que todos com quem você vai falar são algum tipo de criatura sobrenatural disfarçada?Isso acontece quando o mestre não faz um balanceamento adequado de encontros e esquece que os ser humano ,ainda é a maioria no planeta!
Um exemplo clássico seria uma perseguição de carros ,entre vampiros e lupinos, com tiroteio e um deles capota ,o outro grupo termina o serviço.matando os adversários ,mas já estão a mais de meia hora nisso e nenhuma viatura da polícia apareceu!Como isso pode passar desapercebido pelas autoridades locais?!

O mestre tem que usar o bom senso e moderar a presença do sobrenatural que apesar de tudo,não é onipresente .Veja o caso dos vampiros,existe uma proporção deles em relação a população local de uma cidade , de 1 cainita para cada 100.000 habitantes ,algo controlado pelo principado local para manter as coisas em  ordem .Já vi em uma cidade pequena ,ter mais vampiros que mortais sem uma explicação prévia e isso deixa a campanha irreal,sem sentido!.Então faça os PDJ* perceberem que são especiais , uma coisa é você usar magia onde ela é um item banal ,mas usa-la em um cenário onde é um ingrediente raro,é bem mais divertido.

Um elemento bacana que você poderá  introduzir é o sistema de encontros aleatórios ,seguindo o mesmo raciocínio do D&D , onde o mestre usa uma tabela e tomando-a como referência jogará uma porcentagem para verificar que tipo de criatura você encontrará ou encontrou  , o mendigo poderia ser um vampiro em busca de sangue também ou simplesmente um homem marginalizado pela sociedade.Obviamente ,fica a critério de cada narrador estipular a aleatoriedade dos acontecimentos.

Essa medida é ideal para variados tipos de situação, no nosso caso ,evita do mestre exagerar no "tempero" sombrio, colocando vampiro ou feiticeiros demais , lembrem-se que o ser humano pode ser bem complicado de se lidar ,basta ele está motivado para isso.

Em postagens futuras estarei abordando mais aspectos com relação ao gênero .



Sucesso decisivo a todos!

"Os Vampiros são acima de tudo predadores solitários. Um Membro 
pode passar anos ou até mesmo décadas sem encontrar outro 
vampiro, preferindo caçar sozinho ou conviver apenas com um seleto grupo de mortais"- Vampiro a mascara 3 ed página 34


PDJ* Personagens dos jogadores 

4 comentários:

  1. Gostei da ralease do mundo das trevas. Inclusive mestre veterano, estou trabalhando em um conto sobre vampiros sabálistas e lobisomens.Vou só deixar o aviso aqui, pra irmos preparando os corações pra essa leitura emocionate do mundo das trevas. Forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Bem interessante a matéria, estão de parabens pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Henrique, muitos sucessos decisivos para você!

      Excluir

Complementando a leitura

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...